Post Cover

Mantiqueira Paulista, uma serra de sabores

Avatar do usuário

Por Rafael Tonon

Atualizado há 3 meses

Além de oferecer uma infinidade de ingredientes nativos, a Serra da Mantiqueira vive uma efervescente fase gastronômica: restaurantes e produtores estão dando uma nova cara a essa que é uma das regiões mais ricas em biodiversidade do estado.

De vinhos à cervejas, de bares a restaurantes de alta gastronomia, as opções locais são muitas — e diversificadas!

De Campos do Jordão, a cidade mais emblemática, onde é possível provar sabores com influências suíças e germânicas, os caminhos são muitos e levam o viajante a cidades menores, onde a comida na mesa é sempre uma justificativa para seguir em frente.

E não só no inverno! Durante o ano todo há muitas razões para degustar os sabores da região. Aqui, uma seleção com as melhores opções.

Comida alemã na Suíça brasileira

Comida alemã na Suíça brasileira
Divulgação

O chef de origem alemã Harry Pisek é um ótimo representante da cozinha germânica na Serra da Mantiqueira: há quem encare as horas de estrada saindo de São Paulo só para provar suas delícias.

Chama atenção a qualidade das salsichas que produz na casa, seguindo a cartilha da tradição alemã.

Tudo isso (além de outros pratos, de massas a carnes) servido em um ambiente bem aconchegante pelas mãos do próprio chef.

Dica dos locais

Não deixe de provar a salsicha de alho recheada com queijo brie e o salsichão de carne seca!


Receitas para satisfazer um gaulês

Receitas para satisfazer um gaulês
Divulgação

Nem tudo é fondue em Campos do Jordão: o La Gália é um restaurante especializado em carnes exóticas, que serve de avestruz à javali em pratos bem servidos para matar a fome de um gaulês. O nome, aliás, vem daí, uma homenagem ao povo imortalizado pela dupla Asterix e Obelix.

Num caloroso salão coberto de madeira é possível degustar javali ao molho roti com arroz de açafrão, faisão com arroz de funghi e purê de mandioquinha até carnes e outras receitas mais, digamos, tradicionais, do filé mignon ao molho madeira até truta à belle meuniere.


Comida portuguesa

Comida portuguesa
Divulgação

Em pleno centrinho de Campos do Jordão, no Capivari, há uma casa bem portuguesa para comer ótimas postas de bacalhau, sardinhas ao forno, arroz de pato e crocantes e macios pastéis de nata quentinhos.

No Vila Chã, o chef Nelson Goncalves Junior segue o legado da família de origem portuguesa para fazer uma comida tradicional com capricho e uma boa pitada de conforto.


Parrilla à argentina

Parrilla à argentina
Divulgação

Numa esquina que remete à arquitetura do bairro La Boca, em Buenos Aires, o Libertango é uma parrilla argentina em que os cortes de carne são muito bem tratados na grelha, do chorizo à morcilla.

O cardápio enxuto ainda reúne algumas opções de massas e saladas, além de entradas bem portenhas!

Dica dos locais

Prove as legítimas empanadas e o chorizo Piazzola (linguiça artesanal feita com vinho e maçã).


É batata!

É batata!
Divulgação

O nome diz muito desse restaurante que serve diversas opções para agradar a todos os gostos. Mas é a batata rostie o prato principal da casa: típica da gastronomia suíça, é preparada com batatas Asterix raladas e é servida com nove diferentes recheios (de pinhão com bacon e mussarela a frango com catupiry), sempre com a crosta crocante e sequinha. Ainda com fome? O Rostie também serve de carnes (como o caprichado filé a parmigiana) e risottos (como o feito com gruyere, emmental e gorgonzola).

Dica dos locais

Ainda com fome? O Rostie também serve de carnes (como o caprichado filé a parmigiana) e risottos (como o feito com gruyere, emmental e gorgonzola).


Cerveja não pode faltar

Cerveja não pode faltar
Divulgação

É bem turístico e está geralmente cheio, mas tomar um copo de cerveja na Baden Baden é quase inevitável para quem vai a Campos do Jordão: no final da tarde, quando o sol cai, sentar para provar um dos mais de 10 rótulos que a cervejaria oferece é mais do que uma tradição.

Dica dos locais

Enquanto bebe, a calabresa recheada com parmesão ou o joelho de porco aperitivo são boas pedidas.


Quer saber mais?

Por aqui, você fica sabendo de novos roteiros que encaixam com o seu perfil

Você receberá e-mails com conteúdos exclusivos do Visit SP. Para mais informações consulte as políticas de privacidade.


Reduto vegano

Reduto vegano
Divulgação

Também há boa opção vegana para quem sobe a serra: o Alquimia é um dos primeiros restaurantes a apostar em pratos plant-based na cidade.

As variedades passam muito além das saladas, como no caso do ravióli de beterraba ao pesto, do hambúrguer vegano ou do risoto de alho negro com ervilhas e aspargos.

Dica dos locais

Aos domingos, há serviço de buffet com muitas possibilidades.


Hora do doce

Hora do doce
Divulgação

O chocolatier Bruno Alves nasceu em Campos do Jordão e foi ali que passou a estudar gastronomia e se encantou por chocolate: fez cursos na França e na Bélgica e resolveu voltar para sua cidade natal para abrir a chocolateria que leva seu nome — hoje, com quatro lojas na cidade.

A diversidade abarca barras, ramas, bombons feitos com chocolate nacional e belga, além do delicioso pão de mel de doce de leite.


Para engordar o gato

Para engordar o gato
Divulgação

Um dos mais tradicionais restaurantes de Campos do Jordão, o Gato Gordo fica numa casa charmosa em plena estrada do Horto Florestal. A maior parte das receitas é feita no forno a lenha, o que dá um sabor especial às refeições feitas ali.

Dica dos locais

O cordeiro assado lentamente com legumes e acompanhado de arroz é uma das melhores pedidas. Abre apenas de sexta-feira a domingo.


Fondue legítima

Fondue legítima
Divulgação

Fondue tem em quase toda esquina em Campos do Jordão, mas é preciso andar um pouco em busca da receita feita com queijos realmente de alta qualidade.

O Toribinha Bar & Fondue está longe do Centro, mas vale o percurso até lá.

A opção mais pedida é a bourguignonne, que mescla cubos de mignon, peito de frango, batata frita e torradas com uma oferta de uma dezena de molhos para acompanhar. A de queijos suíços também é imperdível.

Para os que não abrem mão da sobremesa, tem fondue de chocolate com frutas.

Dica dos locais

É imprescindível reservar.


Sem qualquer preocupação

Sem qualquer preocupação
Divulgação

O Sans Souci é um mix de restaurante, café e confeitaria onde o chef Thiago Fegies prepara tudo com esmero.

O ambiente, ao mesmo tempo requintado e aconchegante, com poltronas confortáveis e um terraço externo, é mesmo um convite para não ir embora. Não à toa que o nome da casa signifique "sem preocupação" em francês. As opções vão de tábuas de embutidos a saladas, de chocolate quente à sanduíches, para todas as fomes.

O restaurante trabalha com orgânicos e segue os preceitos do movimento Slow Food.


Comida e cerveja

Comida e cerveja
Divulgação

A cena de cerveja artesanal também já tem uma representante de peso em Campos do Jordão.

No caminho do Horto Florestal, um grupo de amigos apaixonados por cerveja abriu a Cara de Malte, uma microcervejaria que funciona como brewpub: dá para passar ali a tarde toda tomando cerveja e comer algumas das delícias que saem da cozinha, como um tenro joelho de porco com batatas e a picanha grelhada com fritas.


Culinária suíça

Culinária suíça
Divulgação

Com jeito de chalé suíço, o Ludwig é uma celebração à culinária do pequeno país europeu. Há diversos tipos de fondue — de queijos gruyère e emmental aos de chocolate —, mas a casa, com mais de 20 anos, também serve pratos de carnes, como o tornedor de mignon e o carré de cordeiro, assim como deliciosas sobremesas bem suíças, como o strudel.


Cozinha local sofisticada

Cozinha local sofisticada
Divulgação

No restaurante de um luxuoso hotel, o chef Gabriel Broide oferece uma cozinha local em pratos bastante originais, utilizando todos os ingredientes que tem por perto — literalmente, já que o espaço conta com horta própria e colhe alguns produtos, de cogumelos a frutas vermelhas, nos vales que rodeiam a construção, toda feita de madeira e vidro.

Entre as criações do chef estão a copa-lombo com angu de milho e ora-pro-nobis ou camarão com tomate verde e tamarindo.

Dica dos locais

O Mina está aberto também a convidados (não apenas hóspedes), mas é preciso fazer reserva.


Sabores da serra

Sabores da serra
Divulgação

O foco do Donna Pinha é a comida da montanha, evidenciando os sabores da Serra da Mantiqueira: estão lá o pinhão, os cogumelos e as trutas, tão comuns na região.

A chef Anouk prepara suas receitas com um raro toque de delicadeza em pratos como a truta ao vapor com lascas de alcachofra e o carré suíno, cozido à perfeição. Uma das melhores opções de Santo Antônio do Pinhal!

Quer saber mais?

Por aqui, você fica sabendo de novos roteiros que encaixam com o seu perfil

Você receberá e-mails com conteúdos exclusivos do Visit SP. Para mais informações consulte as políticas de privacidade.