Post Cover

O interior de São Paulo como você nunca viu

Avatar do usuário

Por Casa de Caubi

Atualizado há 3 meses

Quando se pensa no interior de São Paulo, logo surgem as ideias de sotaque caipira, botas de couro e animais de fazenda. Nascida na capital, mas com raízes fortes e espalhadas pelo norte do estado posso afirmar: o interior é muito mais que isso. É cultura, conhecimento e história de um povo que ama sua região e orgulha-se demais de cada detalhe de onde nasceu e cresceu.

Águas Sertanejas

O noroeste do estado apresenta muita diversidade e passeios incríveis. Entre Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, existem diversos lugares para conhecer e se encantar.

Saindo de São Paulo pela Rodovia dos Bandeirantes, a primeira parada é a cidade de Bebedouro, que fica a 384 km da Capital.

Eleita uma das melhores estradas do país, esta rodovia possui ótima sinalização e conservação, tornando o passeio muito mais seguro e agradável. Para chegar à região noroeste do estado, o caminho é seguir pelas Rodovias Washington Luíz e Brigadeiro Faria Lima.

Bebedouro tem sua economia baseada nas plantações de laranja e cana e é conhecida como ‘Cidade Coração’. O principal ponto turístico é o Museu de Armas, Veículos e Máquinas Eduardo André Matarazzo.

Fundado em 1964 em São Paulo pelo empresário e colecionador Eduardo André Matarazzo, o Museu foi transferido para a cidade de Bebedouro em 1970 e, desde então, mantém um convênio com a prefeitura da cidade.

Dica dos locais

Com uma oficina própria de restauração e conservação, o Museu conta com um acervo de quase 300 peças, que incluem automóveis, aeronaves, locomotivas, motocicletas, carros de combate e armamento bélico. A entrada é gratuita.


Monte Azul

Bebedouro
Gabriela Ramos

Seguindo em frente, e na divisa com Bebedouro, encontramos Monte Azul Paulista, uma cidade que foi desenhada a partir da Praça Matriz e cresceu em formato de cruz, o que torna a locomoção e localização muito fácil.

Uma curiosidade interessante é que Monte Azul, com seus cerca de 19 mil habitantes, é a menor cidade do estado de São Paulo que já teve um time de futebol na elite paulista - o Atlético Monte Azul.

Uma das paradas obrigatórias ao visitar a cidade é a Sorveteria São Pedro. Fundada em 1951 por Elpídio Martins Oliveira, a proposta de sorvetes caseiros de massa e picolé é tradicional na cidade e passou pelas gerações da família no mesmo ponto de venda e com os mesmos sabores e receitas de sorvete desde sua fundação.

Bebedouro
Gabriela Ramos

Quermesse

Igreja
Gabriela Ramos

Uma das tradições da cidade é a Festa do Padroeiro. A Quermesse de Nosso Senhor Bom Jesus, mais conhecida por Festa de Agosto, é realizada na cidade há mais de 50 anos entre os meses de julho e agosto.

Realizada para angariação de fundos para obras assistenciais e manutenção da paróquia de cidade, a Festa de Agosto conta com barracas de comidas, bebidas, jogos infantis e o tradicional Bingo, com prêmios doados pela população local, que vão desde um suculento frango assado a carros novinhos!


Pirangi e Viradouro

Viradouro
Governo do Estado de SP

Na região de Bebedouro também é possível encontrar boas surpresas, como as cidades de Pirangi e Viradouro.

Pirangi é uma cidade bem pequena, com pouco mais de 11 mil habitantes e o principal ponto turístico é o coqueiro torto. Considerado símbolo da cidade, o coqueiro torto fica localizado em uma das principais avenidas e é muito conhecido entre moradores e turistas da região.

Viradouro tem ares típicos de interior e é cortada pelo Rio Pardo. E na divisa com Terra Roxa você encontra a Cachoeira de São Bartolomeu, ideal para os amantes da natureza e da pesca.


Cavalos e mais cavalos

Cavalos
Governo do Estado de SP

Já mais à frente, na mesma Rodovia Brigadeiro Faria Lima, o próximo destino é Colina, conhecida como a Capital Nacional do Cavalo graças à criação de equinos em propriedades particulares e no Polo Regional de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios.

A cidade também é conhecida pela prática do hipismo e pela Festa do Cavalo, que sempre ocorre em julho.

Por causa desta tradição, o Museu do Cavalo é um ponto importante a ser visitado. Criado em 2017, tem como objetivo valorizar os acontecimentos sociopolíticos da capital do cavalo. Dividido em 4 salas, o museu expõe acessórios, troféus e fotos contando a história do animal e do hipismo na cidade. A entrada é gratuita.


Quer saber mais?

Por aqui, você fica sabendo de novos roteiros que encaixam com o seu perfil

Você receberá e-mails com conteúdos exclusivos do Visit SP. Para mais informações consulte as políticas de privacidade.


Hípica

Outro ponto de visita é o Clube Hípico de Colina. Fundado em 1926, começou com um campo oficial para que os amantes do polo pudessem aproveitar o esporte em um espaço exclusivo para esta prática. Ao longo do tempo, os atletas passaram a trazer prêmios à cidade e o clube foi crescendo. Atualmente o clube promove torneios e eventos.


Barretos

Um pouco mais adiante, encontramos a cidade mais famosa da região: Barretos. Internacionalmente famosa por causa da Festa do Peão – que recebe mais de 1 milhão de pessoas durante os dias de evento – a cidade oferece opções de turismo para o ano inteiro.


Museu improvável

Museu
Governo do Estado de SP

Um dos locais interessantes que merece a visita é o Museu Histórico, Artístico e Folclórico Ruy Menezes.

Este museu fica em um prédio que foi construído em 1907 para sediar o Paço Municipal e apenas em 1993 tornou-se o Museu Histórico, Artístico e Folclórico batizado como Ruy Menezes, uma figura importante na história da cidade. Jornalista, político, maçom e escritor, foi grande representante na Revolução de 1932.

Dica dos locais

O museu possui 14 cômodos abertos à visitação, que incluem objetos da Revolução de 1932, Segunda Guerra Mundial, peças do início do século 20 que mostram a revolução tecnológica, salas para eventos e exposições temporárias.


Parque Aquático

Parque Aquático
Divulgação

Já uma opção que faz sucesso com a família toda, principalmente com as crianças, é o Barretos Country Thermas Park. Trata-se de um parque aquático com a temática country e que conta ainda com passeios a cavalo, montaria, mini zoo e fazendinha, além das piscinas e atividades dentro da água.


Encontro de rios

Rios
Governo do Estado de SP

Saindo de Barretos, à direita pela Rodovia Assis Chateaubriand logo encontramos a cidade de Guaíra. Localizada entre os rios Grande, Pardo e Sapucaí, seu nome tem origem na língua indígena, que significa “Águas Correntes”.

Nesta cidade, os passeios ecológicos são o destaque. Um dos exemplos é o Parque Ecológico Maracá. Com uma área de quase 50 hectares e paisagismo assinado em 1984 por Roberto Burle Marx, o parque ecológico é cercado pelo lago de mesmo nome.

Dica dos locais

O parque ainda conta com uma obra da artista Tomie Ohtake que foi desenvolvida especialmente para este espaço.


Passeio no Zoo

Zoo
Governo do Estado de SP

O Zoológico Joaquim Garcia Franco é outra atração imperdível. O local é referência no tratamento de animais silvestres, já que abriga e cuida de animais capturados ou apreendidos que não podem retornar para a natureza. Com 230 animais, é possível visitar o espaço, conhecer os animais e caminhar pelo espaço arborizado.


Olímpia

Olímpia
Ken Chu - expressão studio

Já para o lado oposto de Guaíra, pegando a mesma Rodovia no sentido São José do Rio Preto, é possível chegar à Olímpia, outra cidade bem famosa do interior e com muitas atividades para toda a família. Localizada na região do Aquífero Guarani, a cidade é famosa pelo complexo aquático e também por ser considerada a Capital do Folclore.

O parque mais famoso é o Thermas dos Laranjais. É um complexo turístico com mais de 260 mil metros quadrados com águas termais distribuídas entre mais de 50 atrações. No parque aquático é possível comprar o ingresso para passar o dia ou também se hospedar nas várias opções de hotéis dentro do próprio complexo.

Dica dos locais

No parque aquático é possível comprar o ingresso para passar o dia ou também se hospedar nas várias opções de hotéis dentro do próprio complexo.


T-Rex

Uma das grandes novidades na cidade de Olímpia é o Vale dos Dinossauros. Em uma área de 6 mil metros quadrados, o parque conta com 38 dinossauros em tamanho real, que se movimentam e emitem sons.

Ainda existe uma área de escavação, para que os visitantes possam aprender um pouco mais sobre arqueologia, também uma área de "incubadora de dinossauros", além de cinema e diversas opções de alimentação.


Folclore brasileiro

Folclore brasileiro
Prefeitura de Olímpia

Para quem gosta de tradições, vale a pena conhecer o Festival do Folclore de Olímpia. Com a participação de mais de 150 mil pessoas e mais de 50 grupos de todo o país, é um evento gratuito e conta com apresentações de danças folclóricas e parafolclóricas, como de bumba-meu-boi, folias de reis e etc, além de oferecer diversas opções de comidas típicas.

Dica dos locais

O evento acontece todo mês de agosto e durante o festival, os grupos participantes fazem apresentações pelas ruas centrais da cidade, comércios e órgãos públicos.


Trilha

E a cidade também oferece opções de passeios para quem curte a natureza. A Gruta do Índio está localizada na Fazenda Floresta a 8km do centro da cidade.

Este é um passeio de 2km por trilhas que percorrem uma vasta área de vegetação, com árvores centenárias, habitada por diversas espécies de pássaros.


Café

Café
Governo do Estado de SP

Mais próximas de São José do Rio Preto, as cidades de Tabapuã, Uchoa e Ibirá também valem a visita.

Tabapuã é uma cidade que possui rica história e preserva encantos dos áureos tempos do café.

O Museu do Café está localizado no Sítio São Luis e possui um acervo sobre o cultivo do café na região de durante o final do século 19 e início do século 20, preservando e expondo vários artigos e objetos.

O acervo conta com equipamentos, utensílios e até edificações históricas do período. Além disso, é possível adquirir em um espaço do museu iguarias dos produtores locais, como licores e alimentos.


Tesouros pré-históricos

Tesouros pré-históricos
Divulgação

Uchoa é uma cidade com grande sítio arqueológico, composto por grutas e cachoeiras, onde foram encontrados diversos fósseis de dinossauros.

O Museu de Paleontologia Pedro Candolo, fundado em 2016, conta com mais de 400 peças de fósseis que vão desde crocodilos até dinossauros. Resultado de mais de 30 anos de pesquisa de Pedro Candolo, algumas das peças têm mais de 65 milhões de anos!


Comida caipira

Café da Colonia
Divulgação

E se você quiser viver a experiência verdadeira do interior, não deixe de passar pelo Café da Colônia.

Localizado no Sítio Santa Rosa, é um espaço de turismo rural, com grande variedade de comida caipira em um ambiente típico: fogão a lenha e panelas de barro fazem parte do local.

Dica dos locais

Aos domingos, serve café da manhã com todos os produtos fabricados no próprio sítio e também oferece visita pelo com trilhas e passeios a cavalo.


Águas que curam

Águas que curam
Alf Ribeiro - expressão studio

Depois de Uchoa, na Rodovia Roberto Mário Perosa, chegamos à Ibirá. A cidade é uma Estância Hidromineral com águas terapêuticas. Conta-se que o processo de cura pelas águas de Ibirá se iniciou com os índios por volta de 1770, que tratavam suas moléstias banhando-se nas fontes termais.

O principal ponto turístico da cidade é o Balneário Termas de Ibirá.

A estrutura do local permite aos visitantes uma série de atividades. As mais procuradas são os banhos de imersão nas águas vanádicas, que têm poder cicatrizante, antioxidante, antialérgico e relaxante; os serviços de estética e massoterapia; as saunas úmida e seca; e as piscinas com toboáguas.

Dica dos locais

Algumas atividades do Balneário são gratuitas, e outras são pagas e devem ser previamente agendadas. Para mais informações, entre em contato pelo telefone: (17) 3551-1313.


Lazer aquático

E por fim, às margens do Rio Grande, encontramos a cidade de Guaraci, cuja maior fonte de renda está ligada à Usina Vertente, que emprega grande parte dos moradores da cidade e produz etanol, açúcar e energia.

A principal atração da cidade é o seu complexo de Águas de Guaraci, composto por 800 residências, hotéis e chácaras de lazer. O complexo de turismo fica a 9km do Centro da cidade e é possível aproveitar para praticar esportes náuticos e pesca esportiva, além de contemplar os espelhos d’água no clima do interior.

O interior é cheio de opções para todos os gostos, passeios e bolsos. Basta pegar o carro, chamar a família e aproveitar o roteiro!

Veja também outros roteiros

Confira o que mais você pode fazer em São Paulo

Quer saber mais?

Por aqui, você fica sabendo de novos roteiros que encaixam com o seu perfil

Você receberá e-mails com conteúdos exclusivos do Visit SP. Para mais informações consulte as políticas de privacidade.